Projeção Astral: O Projetor Azul e Dourado V

projecao astral wagner borges doutor estranho
Compartilhe o amor

Há muito tempo, numa galáxia distante, uma jovem de 18 anos se deparou com o tema projeção astral através do texto O Projetor Azul e Dourado V do Wagner Borges. O texto é um primor, e depois de tantos anos a não-tão-jovem-assim-agora ainda se emociona ao relê-lo.

Confiram o texto logo abaixo.

O Projetor Azul e Dourado V – Wagner Borges

O projetor azul e dourado despertou fora do corpo nas furnas umbralinas.

O ambiente era terrível e havia muitos espíritos em condições dolorosas após a morte estacionados vibracionalmente ali.

Ele aplicou passes energéticos e procurou minorar o sofrimento daqueles seres infelizes.
Em dado momento, sentiu a presença sutil de seu amparador, que o monitorava de um plano mais avançado.

Telepaticamente, ele recebeu o comando mental de seguir até determinada área daquele ambiente carregado.

Era uma caverna fétida. Por intuição, ele sabia que dentro dela havia um espírito em condições muito precárias e que sua tarefa era resgatá-lo para a assistência extrafísica.
Antes de entrar, ele ergueu os pensamentos e fez uma prece silenciosa. Lembrou-se de Jesus, o amigo dos homens e médico das almas tristes.

Com o coração aberto, ele entrou. No ambiente escuro da caverna, ele viu um ser estranho, humanóide, mas cheio de chagas e grunhindo pavorosamente. Algumas partes de seu corpo estavam cobertas por escamas escuras e também havia uma gosma estranha nelas. Instintivamente, o projetor foi tomado por uma sensação de asco.

No entanto, ele lutou com aquela sensação e ergueu as mãos para aplicar passes.

De suas paramãos, emanaram descargas potentes de energia em forma de clarões. Porém, o espírito gritava de dor enquanto recebia as energias. Para alguém tão traumatizado por longos anos nas trevas, a luz machucava.

O projetor parou a aplicação energética e ponderou a situação. Parte dele lutava com a sensação de asco e era necessário um grande esforço para manter a lucidez naquela condição densa.
Então, o amparador novamente comunicou-se telepaticamente com ele e explicou-lhe:

“Lute contra o asco. Exerça sua força de vontade. O ser à sua frente é seu irmão e precisa de seu apoio.As escamas agarradas nele não passam de formas-pensamento cristalizadas em dramas antigos e aderidas há muito tempo nas energias de seu psicossoma. Suas chagas refletem as suas auto-culpas profundas, oriundas de atos nefastos de seu passado turbulento. Há muito tempo ele vaga sofrendo as repercussões de suas antigas violências no campo da magia e da manipulação dos outros. Porém, o amor do Pai Celestial é maior do que tudo. Sob a ordem do Alto, está na hora desse irmão galgar os degraus da redenção. Ajude-o. Irradie luz por todos os poros energéticos de seu psicossoma. Torne-se um sol de amor e resgate seu irmão.”

O projetor pensou: como ajudá-lo, se a luz intensa o fere? O ser olhou com medo para ele e seus olhares se encontraram.

Então, algo incrível aconteceu: o projetor viu o olhar de Jesus dentro daquele olhar sofrido. Uma onda de amor o possuiu e ele abraçou o irmão ferido no centro da alma. Uma coluna de luz roxa brilhante desceu sobre os dois e eles flutuaram no ar abraçados. Choraram juntos sob a força de um amor que jamais julga ou abandona os seus filhos. Um portal se abriu acima dos dois e puxou para dentro apenas o espírito carente.

A essa altura, suas escamas tinham caído e ele adormecera suavemente, como há muito não fazia. Sua aparência mudou e ele voltou a ser homem na condição normal. Do outro lado do portal, os amparadores o aguardavam para o longo processo de assistência extrafísica em andamento. Emocionado, o projetor foi tracionado de volta para o corpo físico. Mais uma vez ele participara da maravilha da assistência fraterna com os amparadores. Mais uma vez uma onda de paz se instalara em seu coração junto com a sensação de ser útil.

Deitado no leito, ainda sob o impacto do que vivenciara, ele agradeceu ao Alto por tudo. Ele sabia que haviam caído as escamas de seu irmão sofrido. Mas, também sabia que qualquer assistência e esclarecimento prestado a alguém, seja na Terra ou no espaço, fazia cair as escamas de antigos males aderidos em seu próprio coração. Por isso, ele agradecia a chance de ajudar. Na verdade, eram as suas escamas que estavam caindo por causa do trabalho sadio. Na calada da madrugada, o projetor ergueu os pensamentos a Jesus, o amigo dos homens e médico das almas tristes. Lembrou-se de seu olhar meigo e de seus ensinamentos e dormiu sorrindo e em paz.

Paz e Luz.
(Essas linhas são dedicadas a Ramatís, mentor e amigo dos projetores responsáveis)
– Wagner Borges –
São Paulo, 29 de maio de 2002, às 19:50h

Difícil falar de projeção astral no Brasil sem citar Wagner Borges. Confiram o site dele para saberem mais sobre projeção astral. Ou o canal no Youtube para quem é de vídeo porque ser útil enquanto se dorme não tem preço!

Projeção astral saida do corpo

Deixe uma resposta